sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

LATERAL - FÊMUR PROXIMAL E QUADRIL



Quadril infero-superior - Método de Danelius-Miller Quadril Médio-lateral
 - Método de Sanderson*
Advertência: Não tente rodar ou mover a perna com evidência de fratura.

Fatores Técnicos
Tamanho do filme - 24 x 30 cm (10 x 12 polegadas) para quadril,ou
35 x 43 cm (14 x 17 polegadas) para fêmur proximal e quadril . Limite
de 70-80 kVp, grade
DFoFi mínima de 40 polegadas (100 cm)
Proteção gonadal geralmente não é possível.

Posicionamento e Raio Central - Paciente em Decúbito Dorsal
Lateral infero-superior do quadril com injúria unilateral do quadril apenas –método de Danelius-Miller (Fig. 79.98):
Coloque o filme vertical contra o lado do paciente logo acima da crista ilíaca (linhas da grade verticais, a menos que o paciente esteja elevado com o quadril quase ao nível do centro do filme). Gire internamente a perna, se possível. Eleve a perna oposta.
Direcione o RC horizontal perpendicularmente ao colo femoral e ao plano do filme. Com as linhas de grade verticais, garanta que o RC esteja na linha central da grade de filme.

Incidência médio-lateral do quadril e fêmur proximal para trauma ou lateral móvel na beira do leito - método de Sanderson (Fig. 79.99):
Essa é uma boa incidência para demonstrar alinhamento de prótese ou pino de quadril no pós-operatório. Pode ser prontamente obtida no leito ou em maca, com a perna afetada relaxada e parcialmente virada externamente. Barras de tração ou outros obstáculos não atrapalham essa incidência.
Geralmente, uma AP da pelve ou quadril é feita primeiro, e, enquanto esse filme está sendo retirado de baixo do paciente, pode ser usado para elevar gentilmente o paciente. Com cerca de metade do filme embaixo do paciente, este pode ser usado como um dispositivo de elevação. Um cobertor ou uma toalha dobrada pode então ser colocado sob o quadril e fêmur afetados. (O paciente deve estar obliquamente de 20° a 30° da posição de decúbito dorsal.)
Com as linhas de grade verticais, coloque a grade do filme contra e parcialmente sob a coxa, como mostrado, na angulação necessária para que fique quase perpendicular ao RC Apóie e segure o filme no lugar com blocos de suporte ou outros apoios e/ou fitas a 45°, conforme necessário. Angule o RC médio-lateralmente conforme necessário para que esteja quase perpendicular ao eixo longitudinal do pé (90° da AP; ver Observação). Uma angulação cefálica de 10° a 20° do RC é possível para melhor visualizar o colo e a cabeça, se a grade puder também ser angulada suficientemente para evitar o corte da grade.

Observação: A angulação do RC variará, dependendo da rotação externa da perna afetada.

Resumo do Método de Sanderson:
O apoio é posicionado sob o quadril afetado conforme o paciente é
gentilmente elevado durante a remoção do filme utilizado para a incidência AP.
Com o filme parcialmente situado sob o quadril, angule o filme
paralelamente ao eixo longitudinal do pé.
Angule o RC médio-lateralmente para que fique perpendicular ao eixo
longitudinal do pé. (Isso garante uma verdadeira visão lateral do fêmur
proximal com distorção mínima.)


Nenhum comentário:

Postar um comentário