quinta-feira, 24 de novembro de 2011

AP AXIAL: SACRO



BÁSICA
AP axíal do sacro
AP axial do cóccix
Lateral

Observação: O paciente deve urinar antes do exame. Além disso, é
aconselhável que a porção inferior do cólon esteja sem gases ou fezes.
Isso exigiria a prescrição de um enema laxante.

Fatores Técnicos

Tamanho do filme - 24 x 30 cm (10 x 12polegadas), em sentido longitudinal
Grade móvel ou estacionária
Faixa de 75-80 kVp (ou de 85-90 kVp e redução mAs) em kVp mAs
Técnica e dose com 80 kVp

Proteção: Usar escudos gonadais para homens. A proteção ovariana nas
mulheres não é possível sem obscurecer a área de interesse.

Posição do Paciente: Colocar o paciente em decúbito dorsal, com um
travesseiro para cabeça e as pernas estendidas, e suporte sob os joelhos
para dar conforto ao paciente.

Posição da Parte
Alinhar o plano mediossagital ao RC e à linha média da mesa/grade.
Assegurar-se de que não haja rotação da pelve.

Raio Central

RC angulado 15° cefálico, para entrar no plano mediossagital, no
ponto médio entre o nível da sínfise púbica e a ElAS
Filme centralizado em relação ao RC projetado
DFoFi mínima de 40 polegadas (100 cm)

Respiração: Prender a respiração na expiração.

Observações: O técnico pode precisar aumentar a angulação do RC para
20° cefálico nos pacientes com uma curvatura posterior aparente­mente maior
ou com inclinação do sacro e da pelve.
O sacro feminino é geralmente mais curto e mais largo que o sacro
masculino (uma consideração na colimação rigorosa dos quatro lados).
A radiografia pode ser feita em decúbito ventral (ângulo de 15° caudal), se
necessário, devido às condições do paciente.

Critérios Radiográficos

Estruturas Mostradas: Uma vista lateral das vértebras lombares em hiperflexão
e hiperextensão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário