quinta-feira, 12 de abril de 2012

AP BILATERAL COM CARGA: JOELHO


ESPECIAL
AP bilateral com carga


Fatores Técnicos
Tamanho do filme-30x35cm(11 x 14 polegadas) ou 35 x 43 cm (14 x 17 polegadas), em sentido transversal
Grade móvel ou estacionária
Faixa de 70 :t 5 kVp


Posição do Paciente e da Parte 
Realizar a radiografia com o paciente em posição ortostática, sobre um degrau acoplado ou banqueta de madeira, de modo a ficar suficientemente
alto para receber o feixe horizontal do tubo de raios X.
Posicionar os pés apontando para a frente, com o peso igualmente distribuído em ambos os pés; fornecer apoio para as mãos para que o paciente adquira estabilidade.
Alinhar e centralizar ambas as pernas e joelhos com o RC, com a linha média da mesa de exame e com o chassi; ajustar a altura do filme ao RC.


Raio Central
o RC perpendicular ao filme (paciente de porte médio), ou 5° a 10° caudal
em paciente magro, direcionado a um ponto médio entre as articulações do
joelho e 1/2 polegada (1,25 cm) abaixo do ápice da patela
o DFoFi mínima de 40 polegadas (100 cm)


Colimação: Colimar com a região de ambas as articulações do joelho, incluir
parte da porção distal do fêmur e porção proximal da tíbia com a finalidade de
avaliar o alinhamento.


PA alternativa: Se solicitada, uma incidência PA alternativa pode ser realizada
com o paciente de frente para a mesa ou para o porta-filme, joelhos flexionados
cerca de 20°, pés apontados para a frente, coxas contra a mesa de exame ou o
porta-filme.
Direcionar o RC a 10° caudais (paralelo aos platôs tibiais) ao nível das articulações
do joelho, para incidência PA.
Observação: O ângulo do RC deve estar paralelo ao platô tibial para demonstrar
melhor os espaços articulares "abertos" do joelho. Ver a Incidência AP de Joelho
na p. 231 para o ângulo correto do RC


Critérios Radiográficos
Estruturas Mostradas: As porções distal do fêmur e proximal da tíbia e
da fíbula e os espaços articulares tibiofemorais são demonstrados bilateralmente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário