quinta-feira, 11 de julho de 2013

SIST. GI ALTO - SEED (POSIÇÃO AP)


Patologia Demonstrada

Uma possível hérnia hiatal pode ser demonstra­da na posição de Trendelenburg.

SEED

Básicas
OAD
PA
Lateral direita
OPE
AP

Fatores Técnicos

Tamanho do filme - 30 x 35 cm (11 x 14 polegadas), no sentido longitudinal ou 35 x 43 cm (14 x 17 polegadas)
Grade móvel ou estacionária
Faixa de 100 - 110 kVp (80 - 90 kVp nos estudos com duplo contraste)

Proteção: Colocar escudo de chumbo sobre a região pélvica do paciente, a fim de proteger as gônadas, sem cobrir as regiões anatômicas a serem estudadas.
 
Posição do Paciente: Posicionar o paciente em decúbito dorsal, com os braços ao longo do corpo; fornecer travesseiro para apoiar a cabeça.

Posição da Parte

Alinhar o plano mediossagital à linha média da mesa.
Garantir que o corpo não esteja rodado.
Centralizar o filme em relação ao Rc. (A parte inferior do filme de 11 x14 polegadas [30 x 35 cm] deve estar no nível da crista ilíaca.)

Raio Central

Dirigir o RC perpendicular ao centro do filme.
Tipo estênico: Centralizar o RC e o filme ao nível de L 1 (quase a meio caminho entre a ponta do processo xifóide e a borda inferior das costeIas), a meio caminho entre a linha média e a margem lateral esquerda do abdome.
Hiperestênico: Centralizar cerca de 1 polegada ou 2,5 cm acima de L1.
Astênico: Posicionar o RC cerca de 2 polegadas ou 5 cm abaixo e mais próximo da linha média.
DFoFi mínima de 40 polegadas (100 cm).

Colimação: Colimar os quatro lados nas margens externas do filme ou da
área de interesse, se um filme maior é usado.

Respiração: Parar a respiração e radiografar durante a expiração.
AP alternativa em Trendelenburg: Uma posição de Trendelenburg parcial
(ligeira inclinação da mesa com a cabeça mais baixa que o corpo) pode
ser necessária para preencher com contraste o fundo gástrico de um
paciente astênico. Uma posição de Trendelenburg completa facilita a
visualização de uma hérnia hiatal. (Durante essa posição, deve-se usar
um suporte apoiando os ombros, para evitar que o paciente deslize
sobre a mesa e caia.)

Critérios Radiográficos

Estruturas Mostradas: Todo o estômago e o duodeno são visíveis.
diafragma e as bases pulmonares são incluídos, para demonstração de
uma possível hérnia de hiato.

Posição: O fundo gástrico deverá estar preenchido com bário e próximo ao
centro do filme.

Colimação e RC: A colimação é vista nas quatro margens do filme. O RC
deve estar centralizado no bulbo duodenal, no nível de L1.

Critérios de Exposição: Técnica apropriada deve ser usada para visualizar
as pregas gástricas sem superexpor outras regiões anatômicas em estudo;
margens nítidas indicam ausência de movimento.







Nenhum comentário:

Postar um comentário